Supremo autoriza novo inquérito para investigar Cunha

O ministro do Supremo Tribunal Federal autorizou, na noite de ontem, a abertura de um novo inquérito para investigar o presidente da Câmara. O pedido de investigação foi formulado pelo procurador-geral da República, que quer apurar suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro, envolvendo quatro contas na Suíça, atribuídas ao parlamentar. Segundo a procuradoria, parte do dinheiro identificado, em uma das contas, foi propina recebida para exploração de petróleo em Benin, na África.

Lula depõe sobre tráfico de influencia

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou ontem um depoimento de mais de duas horas ao Ministério Público Federal em inquérito que apura suposto tráfico de influência, em Brasília. De acordo com o MPF-DF, o depoimento foi voluntariamente. O alvo das investigações são viagens internacionais feitas por Lula que teriam sido bancadas pela Odebrecht. Entre os países visitados pelo ex-presidente com patrocínio da maior construtora brasileira estão Cuba, República Dominicana, Gana e Angola. De acordo com o instituto, no depoimento, Lula respondeu às perguntas e argumentou que presidentes e ex-presidentes do mundo inteiro defendem as empresas de seus países no exterior. A assessoria do ex-presidente disse também que ele ressaltou “jamais ter interferido” em qualquer contrato celebrado entre o BNDES e empresas privadas. O depoimento de Lula foi dado ao procurador Ivan Cláudio Marx, que assumiu a investigação sobre o ex-presidente no início deste mês. A investigação sobre suposto tráfico de influência do ex-presidente tramita em segredo de Justiça. Lula não está entre os políticos que são investigados em inquéritos na Lava Jato.

Cunha diz que será derrubado se apoiar impeachment de Dilma

Durante uma reunião que aconteceu hoje, na residência oficial da Câmara, o presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha disse que se ele derrubasse a Dilma, no dia seguinte, seria derrubado. Na conversa pela manhã, Cunha demonstrou desconforto em relação á nota que a oposição divulgou no último sábado defendendo a saída dele. No PSDB, a avaliação é de que Cunha ainda pode fazer um acordo com o governo, caso perceba que não haverá votos suficientes para abrir um processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Ministério da Fazenda defende retorno da CPMF

O Ministério da Fazenda divulgou hoje um estudo sobre a importância do reequilíbrio fiscal para a retomada da economia. Ele voltou a dizer que serão necessárias mais receitas para melhorar o perfil das contas públicas e estimular o nível de atividade. A equipe econômica tem defendido o retorno da CPMF para proporcionar um superávit fiscal no ano que vem. Ontem, no plenário da Câmara dos Deputados, o ministro Levy afirmou que há risco para programas importantes de proteção ao trabalhador, se não acontecer o retorno do tributo. Segundo ele, o impacto da inflação sobre as despesas da Previdência Social em 2016 será expressivo.

Autoridades do Brasil não farão novos voos de 1ª classe

O governo publicou hoje novas regras para economizar com passagens aéreas de autoridades e com transporte de carro oficial. A principal novidade é que os ministros, em viagens a trabalho, não terão mais direito de viajar na primeira classe. Eles ficarão na classe executiva, assim como os chefes das Forças Armadas. Continuam com o direito à primeira classe, apenas, o presidente da Republica e o vice. Ontem, outro decreto assinado pela presidente prevê limite de gastos com telefone celular corporativo de autoridades. No decreto desta quarta não há previsão de quanto o governo prevê economizar com as novas medidas.

Delino Marçal - Deus é Deus

Roberta Sá & Pedro Mariano - Um Sonho a Dois

Ana Carolina & Seu Jorge - Mais uma vez

Pr Lucas - Deus de Detalhes

Ed Sheeram - Photograph

Gisele Nascimento - O Mapa do Tesouro

Léo Jaime - Charme do Mundo

Ivete Sangalo - Farol

Preto no Branco - Os Sonhos de Deus

Jorge & Matheus - Nocaute