Foto: Prefeitura de Arraial do Cabo

DER-RJ realiza manutenção das estradas que serão mais acessadas durante o carnaval

Equipes de conservação e manutenção do Departamento de Estradas e Rodagens do Estado do Rio de Janeiro (DER-RJ) estão realizando a manutenção das estradas estaduais mais acessadas durante o feriado prolongado de carnaval. Alguns serviços foram anunciados na Região dos Lagos, mas as obras de pavimentação e drenagem das RJs 104 e 106 serão paralisadas do dia 21 de fevereiro até o dia 1 de março, para que não gerem transtornos aos motoristas e passageiros durante o feriado. Segundo o departamento, na segunda-feira (2/03), os serviços serão retomados normalmente. Até o final desta semana, porém, estão previstos serviços de melhorias na conservação dos seguintes trechos:

 

Serviços de manutenção nas RJs até o carnaval:

RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto):

– serviços de roçada (corte de vegetação alta), limpeza de bueiros e manutenção de asfalto no trecho entre os Kms 29 (Maricá) ao Km 44.5;

– manutenção de asfalto na ponte de Barra de São João e nos acostamentos entre Rio das Ostras e Macaé;

– serviços de roçada, capina e manutenção de asfalto, do Km 44,5 (Alto da Serra do Mato Grosso) até Km 70 (Bacaxá);

– manutenção de asfalto: de Bacaxá até o entroncamento com a RJ-124 (Via Lagos), no Km 107,3.

 

RJ-104:

– Instalação de sistema de drenagem entre o Km 7,5 (Tribobó) e o Km 22 (Manilha) da rodovia.

 

RJ-102:

– Roçada, capina e manutenção de asfalto no trevo no entroncamento com a 106, até o pórtico de Búzios.

 

RJ-140:

–  serviços de roçada, capina, varrição e manutenção de asfalto, do entroncamento com a Via Lagos (RJ-124) até o entroncamento com a RJ-140 (São Pedro da Aldeia), no Km 110;

– o mesmo na RJ-140, do entroncamento com RJ-106 (São Pedro da Aldeia), Km 110, até Cabo Frio, Km 120;

 

Verifique também

Iguaba Grande decreta situação de emergência e volta a restringir funcionamento do comércio

A Prefeitura Municipal de Iguaba Grande decretou, na noite desta segunda-feira (30), situação de emergência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *