Mancha escura na Praia do Forte não é óleo vindo do Nordeste

A Secretaria de Meio Ambiente de Cabo Frio descartou a possibilidade da manche escura que surgiu nesta quarta-feira (27) na ateia da Praia do Forte ser óleo vindo do Nordeste. A pasta divulgou nota informando que a mancha não se trata de resíduo de óleo. A mancha surgiu na altura do bairro Vila Nova. Agentes da pasta e da Guarda Marítima e Ambiental estiveram no local e constataram que se trata de arenito de praia, ou seja, rochas sedimentares. A Secretaria reforçou que foi elaborado um plano de contingência e emergência, com procedimentos a serem adotados pelos órgãos caso ocorra surgimento de óleo ou fragmentos no mar ou nas praias da cidade.  No Estado do Rio, já foi confirmada a chegada de pequenas partículas do óleo em praias de São João da Barra e em São Francisco do Itabapoana.

 

As manchas de óleo já chegaram em mais de 700 localidades desde agosto deste ano no país. As primeiras placas foram encontradas na Paraíba no dia 30 daquele mês. Até o momento, não se sabe a causa desse desastre ambiental.

Verifique também

Rua Vitória, em Cabo Frio, tem sentido alterado após estudo da Secretaria de Mobilidade Urbana

A Prefeitura de Cabo Frio realizou alterações no sentido de fluxo da Rua Vitória, que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *