Pela B2 do Carioca, Araruama empata na raça contra o Maricá

Na tarde chuvosa de Cabo Frio, o Correão recebeu um jogo pela 6ª rodada do 2º turno da série B2 do Campeonato Carioca 2019. Com os mandantes apagados na criação e tomando pressão no início do jogo, os 20 primeiros minutos foram muito pegados, como no futebol gaúcho, com muitas faltas (algumas não marcadas pela arbitragem).

Depois de uma pausa para a hidratação, o famoso tempo técnico, o Maricá não demorou para abrir o marcador. Aos 25 minutos, um apagão na zaga araruamense permitiu que Thiago passasse pelo goleiro Neneca e fizesse o primeiro para 0 Maricá. Victor Silva quase fez o segundo gol após jogada de escanteio, mas parou no travessão. Antes do intervalo, Maycon aproveitou a sobra do escanteio, chutou prensado na zaga e a bola foi venenosamente rente a trave esquerda de Neneca, ampliando para o vermelho e branco, 2 a 0 Maricá.

Mudança de postura e empate heroico do Araruama

Na etapa final, com menos de 2 minutos, o Argentino Franco aproveitou a cobrança rápida do impedimento do ataque adversário, recebeu passe em profundidade, tirou do goleiro e diminuiu para o mandante. O Maricá criou oportunidades, mas parou em Neneca e na má conclusão das jogadas de contra ataque.

Aos 27 minutos, Wellington se redimiu e, após escanteio, viu a bola encobrindo o goleiro e o zagueiro adversário colocando 2 a 2 no placar do Correão.

O Maricá tentou a vitória, chutou de longe, tentou de bola parada, mas no bate rebate a bola bateu na trave direita do arqueiro Neneca. Empate que manteve o Araruama na série B2 do Carioca em 2020, com 16 pontos na classificação geral e no 2º turno na 5ª posição, com chances remotas para as semifinais da competição. O Maricá, no final das contas, levou 1 ponto pra casa, segue líder do grupo A e também na classificação geral do Carioca da B2.

O treinador Thiago Jardim avaliou a partida e explicou o apagão da 1ª etapa e a recuperação da parte final do jogo:

– O time se apresentou um pouco frio, aceitando a proposta de jogo do Maricá. O primeiro gol do adversário saiu numa falha individual do Araruama, dando um baque na equipe logo no início do jogo, com a substituição por contusão do nosso atleta. No final do 1º tempo, fizemos outra substituição por contusão, sentimos o golpe do primeiro gol e depois tomou o segundo antes do intervalo. No vestiário, conversamos bastante, voltamos para o segundo tempo com uma outra postura, um jogo mais do Araruama, tomando conta do jogo, se aproximando da vitória mais do que o Maricá. Com 2 minutos já diminuímos o marcador e impomos a nossa proposta de jogo. Em seguida, depois da parada técnica, fizemos o gol do empate, ficamos em cima, buscando o terceiro gol. Óbvio que abriu o espaço para o contra ataque, mas a vontade e a entrega de buscar o resultado foi o fator fundamental da equipe buscar a recuperação no jogo, queríamos a vitória, mas o resultado ficou de bom tamanho.

Jardim enalteceu o resultado contra o líder do grupo e da classificação geral da B2 do Carioca:

– É importante lembrar que jogamos contra a melhor equipe da B2, um dos maiores investimentos e líder da competição. O nosso adversário tem feito um campeonato belíssimo, tem um trabalho semanal absurdo, uma estrutura monstruosa. Então, dá pra comemorar esse empate sim.

Sobre o último desafio do 2º turno da B2, o Juventus, Thiago resumiu a mudança de local de partida, antes marcado para o Joaquim Flores, em Nilópolis, para o Los Larios, em Xerém:

– O jogo mudou durante a semana de local, é um time de tradição do cenário carioca, matematicamente já está rebaixada, mesmo assim comuniquei ao elenco que isso não modifica nada.
Vamos jogar contra 11 atletas que vem lutando, se dedicando, mesmo não tendo feito um bom campeonato, temos que ter o respeito e pensar em jogar bola, com a mesma entrega que jogamos no 2o tempo, contra o Maricá, em casa.

 

 

Matéria: Artur Rangel

Verifique também

Etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia da categoria sub-19 é realizada em Cabo Frio

Começa nesta terça-feira (2), a terceira etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *