Operação prende Policiais Militares acusados de tortura em Cabo Frio

Uma operação do Ministério Público do Rio (MPRJ) e da Corregedoria da Polícia Militar prendeu cinco policiais militares acusados de tortura na manhã desta terça-feira (12) em Cabo Frio. Segundo o MPRJ, eles são acusados da prática de crimes como tortura física, psicológica e sequestro em 2014.

Segundo o Ministério Público, no dia 7 de julho de 2014 os nove policiais usaram de violência e ameaças contra os autores do roubo de R$ 4 milhões de uma transportadora de valores, ocorrido no dia anterior no km 55 da Via Lagos, na altura de São Pedro da Aldeia. O objetivo do grupo seria obter a confissão dos criminosos e informações sobre o paradeiro da quantia roubada.

A operação Ali Babá II teve o objetivo de cumprir mandados de prisão preventiva contra nove agentes, além do afastamento da função de outro denunciado, que também pertence aos quadros da corporação.

A partir de denúncia apresentada pelo GAECO/MPRJ, em 11 de dezembro de 2018, o juízo da 2ª Vara da Comarca de São Pedro da Aldeia expediu os mandados de prisão preventiva contra nove policiais denunciados: Paulo Henrique de Oliveira Ferreira; Leandro Luiz da Silva; Rubens José Loureiro Ferreira; José Carrilho Rosa; Marcio da Silveira Marques; Robert de Souza Costa; Celio Gomes de Oliveira; Marcos Ribeiro Laranjeira; Reynaldo Robério Ramalho Cardoso; além de ter determinado o afastamento de Helio de Cassio Souza Manhães da função de oficial da PMERJ.

A primeira Operação Ali Babá foi realizada em 19 de fevereiro de 2016, em Cabo Frio e cidades da Baixa Fluminense. A ação cumpriu mandados de busca e apreensão contra acusados de roubo, receptação e desmanche de carros.

Verifique também

Prefeitura de Arraial e PM emitem notas sobre ação policial no “CarnArraial”

A Prefeitura de Arraial do Cabo emitiu uma nota de repúdio a uma ação da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *